Páginas

Páginas

05/08/2014

RESENHA - Paraíso - Deyse R. Nicoli

Hoje estamos trazendo para vocês mais uma resenha nacional, e dessa vez é do livro "Paraíso" da escritora maravilhosaaaaa Deyse R. Nicoli, e também fizemos uma entrevista super bacana com ela... Que livro é esse minha gente?! Estou completamente apaixonada pela história, pelos personagens (principalmente OS personagens...), pelo enredo, pelas paisagens descritas, por tudo... E sem enrolar muito já começo recomendando o livro para todos, ele vai te prender do início ao fim, sabe aquela típica frase "Só vou ler mais esse capítulo"? Então acho que vocês me compreendem perfeitamente, esse "Só vou ler mais esse capítulo" vai indo, vai indo, e quando vê já está quase acabando o livro, quando percebe vai dormir até pensando no livro, como que irá acabar, o que vai acontecer, "Paraíso" fez isso comigo...

ENTREVISTA


- O que te inspirou a escrever a história?
Escrever Paraíso foi meio que repentino. Sempre gostei de ler, principalmente romances. Então, quando lia algo que não me agradava muito, ficava imaginando como eu escreveria aquela história. Então, um belo dia, peguei um caderno velho e rascunhei a história que ficou guardada por anos. Paraíso é uma mistura de ficção e realidade. Muitos livros me inspiraram, mas posso
dizer que "Orgulho e Preconceito" foi o livro que mais me inspirou, principalmente pelo protagonista Mr. Darcy, no qual me inspirei para criar meu Marcos. Mas fatos da minha própria vida também fazem parte deste livro.

- Qual reação você tem vontade causar no leitor?
Aquela que eu mais gosto quando leio um livro: De ler sem conseguir parar até chegar ao fim com a sensação de que não devia ter lido tão depressa, pois queria ficar mais um pouquinho ali com os personagens.

- Como lida com as críticas, tanto construtivas como destrutivas?
Tenho tido a felicidade de receber muitas críticas construtivas (até agora). é claro que nem todos disseram a mesma coisa, e alguns fizeram sim críticas que me deixaram um pouquinho, só um pouquinho triste. Não diria que foram críticas destrutivas. Foram colocações e apontamentos importantes que eu tento aproveitar para melhorar minha escrita. Já as críticas super construtivas me deixam eufórica. Quase não acredito que estão falando de algo que eu fiz. Ainda tenho a sensação de que não está acontecendo de verdade. É algo muito bom!!!

- Qual mensagem você imagina passar com seu livro?
Não precisamos ser perfeitos para amar. Acho que os personagens são muito marcados pela vida. São pessoas imperfeitas e que, por isso, acham que não podem ser amadas. Paraíso mostra que isso não é verdade, que pessoas "normais" podem viver grandes amores.

- Tem muitos projetos pela frente?
Muuuuuuuuuitos... Mas me falta o tal do tempo. Mesmo sem ele, continuo escrevendo e quero terminar meu segundo romance ainda esse ano.

- Deixe uma mensagem final para quem acompanha o blog !!
 Deem uma chance ao meu  Paraíso... Talvez vocês também possam se apaixonar.... Beijos!!! 




RESENHA: O livro começa com Débora chegando a Vila Paraíso, uma pequena cidade que ficava em uma região montanhosa com as mais belas paisagens que se pode imaginar. Ela resolveu aceitar o emprego de professora na fazenda Boa Vista, fora muito difícil conseguir uma que aceitasse trabalhar tão longe, mas Débora aceitou lá por motivos até então desconhecidos, melhor dizendo ela tentava ficar mais longe do passado que lembranças ruins a perseguia.  Passado esse que a deixou com inúmeras cicatrizes em sua vida, mas também em seu corpo, ela agora estava em busca de conseguir cicatrizá-las.

Ao chegar à fazenda fora muito bem recebida, por dona Carmem que era uma perfeita anfitriã, logo tratou de apresentá-la ao novo quarto que mais parecia uma casa de tão grande que era, apesar de seu filho mais velho Marcos sugerir construir uma casa só para a futura professora, mas a senhora se recusou, pois ela queria que Débora se sentisse em casa.

Marcos era o perfeito cara turrão, lindo, maravilhoso, como um astro de TV (ele era tipo a encarnação brasileira do  Hugh Jackman ~gritos~), que a vida também não foi nada gentil com ele, e por isso também carregava várias dores do passado, dores essas causada por sua ex-mulher Jéssica (ela era o tipo perfeito de biscate, botou logo um chifre nele com um dos contratados da fazenda...), logo no primeiro olhar o coração de Débora acelerou ao ver esse homem magnífico. Dona Carmem tinha mais dois filhos, Léo o tipo perfeito de cara brincalhão que todas adoram e também era muito lindo, aliais todos os três filhos da senhora eram verdadeiros príncipes, e o filho do meio era Max casado com a encantadora Eva (que também fora marcada no passado...), ela era o tipo de pessoa que todos adoram, curiosa, falante, engraçada...

Como em todo bom romance esse não poderia ser diferente, Débora e Marcos, é aquele tipo de casal que é preciso muita paciência e esforço para que dê certo, e precisou muita dedicação da parte de Débora para conseguir amansar o coração do homem e ensiná-lo a amar e à confiar novamente em uma mulher, assim como ela também aprendeu o que era o verdadeiro amor, pois o que ela havia vivido no passado não era amor, e sim uma mera ilusão.

*E todos viveram felizes para sempre claro, após muitas idas e vindas, uma coisa que me fez rir bastante e gostar ainda mais da história é que sempre que chegava o “FINALMENTE” entre o casal eles eram interrompidos, é um livro maravilhoso, fofo, romântico... (Genteeee eu não gosto de livros desse gênero, mas gostei tanto, tanto e tanto desse que recomendo de coração para todos. A escritora vai lhe apresentar no decorrer da história outros diversos personagens, como a carismática Ângela, a cobra peçonhenta da Anna (sim vocês vão querer matá-la ou ao menos torturá-la só um pouquinho) o chavequeiro Daniel ele é do tipo o que cair na rede é lucro haha', mas ele tem uma queda pela Anna, eles formam um casal bem sinistro mas tá haha'). 
 Não sei dizer qual é a minha parte preferida da história, por que gostei de tudo, mas se fosse para escolher e não tivesse outra saída mesmo, eu acho que diria que foi o primeiro jantar em que Débora teve com Anna na fazenda, no qual a cobra insinua que Débora "é cheinha" só lendo para saber a resposta fenomenal que ela levou de Débora, a mesma reação que Léo teve no jantar de se levantar e dar licença para cair na gargalhada com certeza eu teria feito o mesmo se presenciasse algo do tipo (claro que todos presentes muito educados tiveram de se conter diante da cena).*



- Eu gostaria de fazer um agradecimento a Deyse que foi super atenciosa comigo, e que me permitiu conhecer seu livro fantástico, e espero que como ele tocou meu coração, possa estar tocando o dos futuros leitores. Estamos na torcida de poder estar trazendo mais notícias sobre as obras da autora, e que ela nos presenteie com mais histórias maravilhosas como essa.




12 comentários:

  1. Aiii estou muito ansiosa para ler este livro!!!
    A Deyse é uma fofa e será uma de minhas próximas leituras e confesso que agora que você falou mais sobre o livro eu fiquei encantada pois ao contrário de você eu amooo romances desses bemm fofinhos rsrsrsrrs.
    Adorei a resenha e a entrevista também!
    Beijos
    EmyLu- Louquinha por Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, obrigada. Eu ainda estou aprendendo a gostar de romances, mas esse da Deyse me pegou de jeito.

      Beijos~

      Excluir
  2. Oi Joi tudo bem? amei de verdade a historia, ao contrario de você eu amo romances hehehe dou muitos suspiros hehehe

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, hahaha;
      Com essa então além de dar muitos suspiros vai até dormir pensando ;)

      Beijos~

      Excluir
  3. Ótima resenha! Amei Jooy!
    Fico feliz por ser bom desta forma o meu exemplar está a caminho rsrsrs
    me estimulou a vontade de lê-lo(...)

    Beijos,
    http://victor-reads.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, você vai adorar !! E ficarei de olho para saber sua opinião sobre ele haha;

      Beijos~

      Excluir
  4. Oi!
    Amei a resenha, a entrevista e o livro parece ser muito bom.
    Não conhecia, mas fiquei com vontade de ler. ^^
    Beijo

    http://canastraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, é realmente muito bom !!

      Beijos~

      Excluir
  5. Adoro esses tipos de casais que para dá certo é preciso muita paciência e esforço. A história me chamou atenção, parece ser um bom livro.


    Beijos!

    Lápis, Papel e História

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é ótimo Bia, você vai adorar !!

      Beijos~

      Excluir
  6. Parece ser um ótimo livro =]
    http://toobege.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, super indico..

      Beijos~

      Excluir