Páginas

Páginas

24/08/2017

RESENHA - O treinador do meu sobrinho

Oi, pessoas! Depois de um século sem postar no blog, estou de volta (férias \ô/) com a resenha do livro O treinador do meu sobrinho, da escritora Vanessa Gramkow.

Sinopse: Duda aprendeu que a vida não era fácil, mas nunca se deixou abater pelos obstáculos. Conhecida por sua personalidade ousada, ela valorizava sua própria liberdade acima de quaisquer sentimentos. A vida estava sempre sob seu controle... até seu sobrinho, o jovem tenista Igor, garantir-lhe que André, seu treinador, seria o “homem ideal” para ela. Duda não acha que precisa de qualquer relacionamento sério, aliás, aprendeu que o amor não existe para todos, especialmente não para ela. Por isso, tudo soava muito divertido quando Duda soube que finalmente conheceria o “tão mencionado” André; o problema é que o tal “homem ideal” era um babaca que parecia muito disposto a irritá-la. Agora, Duda precisará lidar com as expectativas românticas de seu sobrinho, a monitoria estressante de sua irmã mais velha, o confronto com seu próprio passado doloroso e a verdade de que nunca é tarde para aprender a amar.


SOBRE O AUTOR

VANESSA GRAMKOW
Nasceu em 22 de Setembro de 1982, na cidade de Presidente Getúlio (SC), onde permanece morando com seu marido e filho. Formou-se em pedagogia, com especialização em Educação Infantil a Anos Iniciais, a atua profissionalmente como professora, área na qual adora trabalhar, pois não apenas transmite conhecimento como também sabe que educar é um ato de amor. Apaixonada pela leitura, nas horas vagas dedica-se a realizar um grande sonho, ser escritora, com o objetivo de fazer com que seus leitores, em cada história, reflitam sobre os pequenos momentos da vida.




No geral, é um livro de leitura suave, com uma trama que desenvolve de forma rápida. A autora nacional nos apresenta Duda, uma personagem marcante e com seu jeito próprio e independente de ser. 
O passado de Duda é marcado por acontecimentos  um tanto quanto difíceis, e um desses acontecimentos faz com que ela largue as passarela e dessa forma, descobrindo a sua paixão pela fotografia. No decorrer da obra, Duda irá prestigiar como fotógrafa e titia coruja o torneio que seu sobrinho Igor jogará. 
Antes de chegar ao resort que seria realizado o evento, Duda resolve fotografar alguns foliões em meio ao final da festividade do carnaval. Nesse meio tempo, ela acaba conhecendo um homem maravilhosamente lindo e irritante (ele foi capaz de fazer uma tremenda bagunça nos pensamentos da então decidida e bem resolvida fotógrafa).
" - Espere fotógrafa, quero mais algumas fotos! - deixou suas acompanhantes dançando na areia; veio em minha direção e ficou novamente com o corpo muito próximo ao meu. Sentindo que, se não fosse logo assertiva, cairia na tentação... "
A partir de tal acontecimento, os acasos resolvem entrar em ação. Ao rever a sua família no resort, outros reencontros inesperados acontecem. Podemos citar o reencontro de Duda com seu ex namorado, Alexandre. Tal acontecimento, trará ao presente lembranças de seu passado.
"- Eu o conheci há alguns anos quando ainda desfilava como modelo profissional. Como minha irmã disse, iludi o rapaz e quase causei problemas à família dele com o escândalo que proporcionamos no fim do nosso namoro..."

Além disso, o homem que havia conseguido mexer com os pensamentos de Duda no final da festividade carnavalesca era André, o treinador de seu sobrinho. É bem perceptível que André conseguiu abalar todas as estruturas do coração de Duda.
"- O treinador do meu sobrinho era o mesmo homem que me agarrou e me beijou nessa madrugada. Congelei, incapaz de expressar um sorriso, então o tal André levantou-se e estendeu a mão para me cumprimentar."
Mas será o treinador quem conseguirá conquistar de vez o coração da fotógrafa?
"Esse negócio de paixão, penso que não é para mim, pois sempre senti apenas carinho pelos meus namorados. Aquela coisa de querer ficar perto toda hora, do frio na barriga quando o parceiro chega, ciúme ao vê-lo falando com outra... Esses sentimentos sobre os quais as minhas amigas e minha irmã falam, eu nunca tive."
 Ou será que Duda resolverá dar uma segunda chance ao seu ex, Alexandre e dar um novo desfecho ao que eles viveram um dia?
  • Já vou ficando por aqui, para os amantes do gênero, O treinador do meu sobrinho, é uma excelente leitura. 

Um comentário: