Páginas

Páginas

23/03/2017

RESENHA: Chiclete Para Guardar Pra Depois - Andreia Evaristo



"Ao discorrer sobre drama de peso e medida, experiência escolar, suas memórias e vida a dois, a narradora nos oferece um banquete de cotidiano e aspirações. É na fala quase juvenil mas inegavelmente experiente, que Andreia nos toca, nos coloca diante do espelho, aponta celulites, vícios, pelos e todas as imperfeições que nos fazem humanos. E rimos de nos mesmos, num ato de aceitação e leveza." — Jura Arruda, Editor. 


Tem livros que são feitos para serem lidos e outros, que parecem que te leem. Cada palavrinha desse livro me fez sentir nostálgica, voltando a infância mas ao mesmo tempo, me fez querer pular pro futuro e para as coisas maravilhosas que estão por vir. 
Recebi o livro na parte da tarde da segunda-feira passada e a noite, eu já havia terminado. É impossível iniciar a leitura e largar o livro. Cada crônica te deixa com gostinho de quero mais! Em menos de uma semana, me dei a liberdade de ler o livro duas vezes pois, apesar de ser considerado  um livro pequeno em questão de quantidade de página, sua imensidão em valor é inestimável.



Andreia Evaristo (autora do livro) foi extremamente simpática e muito atenciosa. Inclusive, nos mandou o livro autografado (já falei como eu AMO livros com autógrafos? ).
O livro foi muito bem confeccionado, e em determinadas partes do livros, tem alguns desenhos que me deixaram morrendo de amores. 
Não tem nada melhor para comparar o livro do que com o próprio nome: chiclete. Foi muito bem escolhido e se encaixou perfeitamente com as crônicas.
O chiclete, esse aliviador de tensões e odores, essa borrachinha perfumada, é o amor que entregamos aos amigos. Sim, porque entregar um chiclete pode ser uma atitude boba para um adulto. Mas para um adolescente é mais que isso, é a partilha, a amizade em pedacinho, é um pouquinho de amor, sim, pra guardar pra depois. 

 Assim como foi descrito, o livro é um pedacinho de amor para se guardar pra depois, pra agora, pra quando for necessário se amar e enxergar a vida da forma mais perfeita demonstrando cada pedacinho de suas imperfeições. 


Recomendei para cada um dos meus amigos, e recomendo também para cada um dos leitores do blog. A obra me encantou tremendamente. Me fez sentir parte da história. É um livro feito para quem, assim como eu, gosta de refletir sobre a simplicidade da vida e tirar dessa simplicidade, grandes lições. Não é preciso palavras rebuscadas, muito menos ir além do que é real para se escrever o extraordinário e a Andreia conseguiu fazer isso muito bem! Garanto que não irá se arrepender de iniciar essa leitura! 

 Favorito!









6 comentários:

  1. Hey, Anne *-*
    Que resenha mais linda, arrasou ♥
    Só tenho visto comentários positivos em relação ao livro e a Andreia.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que amorzinho, fiquei super curiosa pra ler. E sim, deve ser demais quando o autor/a autora é super atencioso(a) com a gente e deixa um autógrafo, né? Bem bacana <3


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  3. Livros que nos fazem voltar no tempo é bom demais!
    A leitura flui!
    Adorei a indicação!

    Beijos

    www.cuidadosevaidades.com.br

    ResponderExcluir
  4. Resenha ótima amei a dica do livro, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Que capa mais fofa. Não conhecia e pelos comentários as crônicas parecem ser bem legais. Adorei essa simbologia com o chiclete.

    tenha uma ótima sexta.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  6. Não acredito que eu não tinha visto essa resenha maravilinda ainda!!!
    Adorei. E fico muito feliz que o livro tenha te agradado. <3
    Muito obrigada, de coração.

    ResponderExcluir