Páginas

Páginas

14/04/2015

RESENHA - O francês que caiu do céu






"O Francês que Caiu do Céu - Neste livro, Wagner Grillo apresenta uma coletânea de contos em que temas públicos misturam-se ao universo de nossas fixações mais íntimas. Os textos são ora fantásticos, ora reais, expõe a condição humana de uma sociedade sem respostas para os que se consideram corretos. Sexualidade, miséria, arte, memória, medo. Ao usar as atividades diárias como base essencial para os seus textos, o autor associa fato e ficção mostrando paixões e taras que talvez muitos preferissem esconder."









Hoje trago para vocês a resenha do livro O francês que caiu do céu, do escritor Wagner Grillo. Confesso que sempre me enrolo para resenhar contos, e com esse livro não foi diferente rs', fiquei bem surpresa com os temas abordados nele, já que é algo bem de acordo com a realidade da sociedade, geralmente os poucos contos que leio (muito poucos mesmo, leio uma vez na vida e outra na morte hahaha) sempre tem uma boa dose de ficção.

Como é dita na sinopse o escritor nos apresenta a uma coletânea de contos, e primeiro que somos apresentados é: A morta viva, onde Wagner nos pega de surpresa com Eduardo (chamado pelos "amigos" de boca como Cachorro Doido) que aparentemente sofre pela perda de seu 'grande amor', a Maria das Graças - Gracinha, que teria morrido... Onde dona Oncina entra em contato com o primo do jovem que esta a beira de uma "depressão" para que o pudesse ajudar... No decorrer da história somos surpreendidos com as revelações e acontecimentos...

"Cachorro bebe mais uma e caminha para o fundo do bar, Licurgo acompanha: engole o Cavalo-branco e segue seu desconhecido parente. Abre a janela e pula num beco sujo..."
"Chacina em cemitério no dia dos mortos - manchete nos principais jornais do País - chacina no maior cemitério de Belo Horizonte. Entre os sete mortos: dois detetives, que morreram no cumprimento do dever; uma garota de programa viciada; Rato, o maior traficante do estado, e dois funcionários de crime..."
Também nos deparamos com o conto que deu nome ao livro "O francês que caiu do céu" onde literalmente um suposto francês cai do céu, 'Jean Michel' é o escolhido para saltar do quadragésimo andar do prédio de uma joalharia (ele treinava saltos de parapente há pouco tempo...) onde fariam um roupo combinado, mas no final das contas os que eram para ser os ladrões acabam sendo os enganados da história... 


"Ele só precisava da encenação... o doutor está lucrando duas vezes: vai receber da seguradora e ficar com as peças verdadeiras... Então meu colar é falso! Gaspar Alves e eu explodimos com as jóias falsas e o caso está encerrado."

Quando desaba em um prédio/torre perto do local, Jean nem imagina que conheceria o amor de sua vida, e passaria dias inesquecíveis ao lado da jovem... Mas o final deles não é como nos contos de fadas (Não, não, não, eles não morrem, hahaha). Seguem suas vidas, e os planos que queriam um com o outro, infelizmente o destino não quis estar a favor deles. 


"- Jéssica amou foi Jean Michel, o francês ladrão de jóias, eu sou apenas o Jorgito do Sebo, tão falso quanto a jóia que lhe dei."
" Nunca soube que foi sua jóia falsa que comprou o comércio em Portugal, nem da revolução cultural que deflagrou nas Torres: o vírus da literatura que infeccionou pessoas em todos os andares, e os elevou a melhor do que eram antes do conhecimento."

 Para finalizar super indico, é uma ótima leitura que aborda bons contos, que ao mesmo tempo aborda a realidade, e nos faz pensar que toda "ação tem uma reação", o livro tem apenas 155 páginas, mas é bem completo. E para aqueles que querem fugir um pouco dos padrões normais de leitura (como foi o meu caso, que costumo ler muita fantasia) e ler algo com mais realidade então - O francês que caiu do céu - tem que entrar para sua meta de leitura do ano. 


Ah, também gostaria de agradecer ao Wagner por ter entrado em contato com o blog, e ter permitido que conhecêssemos o seu trabalho. Bom, é isso já vou ficando por aqui, e espero em breve trazer mais novidades sobre o escritor e sobre seu trabalho.




21 comentários:

  1. acho que eu iria amar esse livro,é o tipo de história que eu costumo gostar bastante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai adorar, super recomendo.

      Beijos;

      Excluir
  2. Sabe um livro cheio de emoções? Um livro que provoca todos os sentimentos que você pode imaginar e ainda por cima te faz pensar sobre a sua opinião sobre a naturalidade com que algumas coisas são tratadas em nossa sociedade?
    Pois bem! Este é um pouco do que encontrarmos em O Francês que Caiu do Céu!
    Vanessa Vieira: Blog pensamentos valem ouro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super concordo com você Vanessa, O francês que caiu do céu é uma ótima obra !

      Beijos;

      Excluir
  3. Oie Joice =D

    Confesso que não curto muito livros de contos, mas fico feliz que você tenha aproveitado bem a leitura ^^

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não curto muito, mas é sempre bom sair da rotina. Eu até que gostei bastante !!

      Beijos;

      Excluir
  4. Oi Joice! Não curto muito contos, mas adorei a história, muitas vezes encontramos nas histórias algo parecido com a nossa realidade né? Adorei!
    Beijos!

    www.cuidadosevaidades.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, é sempre realizar leituras que tenha uma dose de realidade.

      Beijos;

      Excluir
  5. Olá, não gosto muito de ler, mas parece ser uma ótima dica.
    Um beijo

    Suellen Esposte Blog | Facebook | Youtube | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, ler é sempre bom rs', só ir aos poucos. Quando entrei para o mundo dos livros não curtia muito, mas hoje amo haha;

      Beijos

      Excluir
  6. Confesso que não gosto muito de contos mas fiquei curiosa. Xoxo' <3
    Não sou uma It | YouTube | Fanpage

    ResponderExcluir
  7. Puxa que bacana <3
    Fiquei bem interessada
    www.iamcamilakellen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Além de não tem paciência estou super sem tempo pra ler, mas ótima resenha as meninas que gostam de ler vão adorar (;

    | A.B Esmalte & Arte |

    ResponderExcluir
  9. Nunca tinha ouvido falar desse livro. Você sempre com umas leituras bem diferentes das minhas, e eu gosto disso para conhecer novos olhares. adorei.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, é sempre bom realizar leituras diferentes, sair um pouco do tradicional.

      Beijos.

      Excluir
  10. Geralmente não leio livro de contos. Sempre dou preferencia a histórias únicas. Mas quando o livro é interessante eu leio. Se der vou ler.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Oi
    Não conhecia o autor, gosto de contos e pelo que falou têm uma premissa interessante de acordo com a realidade, achei o título do livro legal.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim é um título bem lega. Você que curte contos vai gostar então.

      Beijos;

      Excluir
  12. Olá Joice, tudo bem contigo ???
    Já tinha ouvido falar nesse livro, vi ele ser destacado em muitos blogs que eu adoro, mas nunca tinha lido uma resenha dele, essa foi a primeira !!!
    Fiquei feliz de saber que você gostou do livro, pelos seus comentários acho que também vou gostar. Apesar de adorar uma boa fantasia, as vezes eu gosto de ler alguma coisa mais pé no chão, mais ligada a realidade, por isso acho que esse livro seria uma boa pedida.
    Espero conseguir ler o livro em breve !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
  13. Oi Joi, pegamos parceria com o autor e adoro contos, tenho uma grata sensação que vai ser uma leitura bem proveitosa! Espero gostar assim como você!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir