Páginas

Páginas

11/09/2014

RESENHA - O Bisturi de Ouro

Hoje estamos trazendo a resenha do livro "O Bisturi de Ouro" do escritor brasileiro Chaiene Santos, desde já agradeço a ele pela a oportunidade que deu ao blog de estarmos podendo resenhar sua obra, mas agradecemos também aos demais escritores, porque a cada dia crescemos mais e mais, tudo isso por confiarem em nosso trabalho se assim  posso dizer. Como sempre gosto de dar minha opinião sobre a aparência do livro hoje não seria diferente, a capa é muito bem trabalhada, no aspecto em geral é tudo muito bonito. O livro contém 206 páginas, então a leitura é bem rápida.

Gostei bastante do livro, e a cada capítulo terminado, eu sentia a enorme necessidade de continuar lendo, para saber o que estava por acontecer, a história me prendeu do início ao fim, a cada acontecimento não sei explicar minhas reações... Mas, vou parar de tentar explicar a sensação da leitura, e vamos direto ao ponto, agora vocês conferem a entrevista e logo em seguida a resenha. 




ENTREVISTA


O que te inspirou na criação da história? 
Quando escrevi a história de Os Filhos do Tempo, eu quis descrever um  romance entre um terráqueo e uma mulher extraterrestre ousando falar sobre o futuro da humanidade no livro 1 e o seu passado no livro 2 - A Origem da Vida. No livro 3 - A Batalha dos Deuses, os heróis e os vilões do conflito se enfrentam e decidem o destino da raça humana.


Se baseou em algo ou alguém para criar os personagens?
Eu me baseei nas teorias de Albert Einstein, Charles Darwin e outros cientistas que engrandeceram a história da humanidade.

Qual reação pretende causar ao leitor?
Quero que o leitor encontre uma leitura fantástica que o surpreenda.

Tem muitos projetos pela frente?
Sim. Estou terminando a Trilogia de Os Filhos do Tempo com o livro 3. Quero fazer uma HQ (história em quadrinhos) com as ideias do livro e uma nova história sobre um homem fantasma que consegue viver entre os mundos material e espiritual e que conseguirá combater os malfeitores nestes dois mundos, um ser alimentado pela vingança por ter perdido toda a sua família.


Até que ponto pretende chegar com os livros?
Escrevo porque gosto e pretendo escrever pelo resto de minha vida. Espero que dure bastante.

Como lidas com as críticas, elas sendo positivas ou negativas?
 Gosto das críticas e as respeito. Todos têm uma opinião e a liberdade de expressá-las é o que torna o convívio entre escritor e leitor salutar. Espero poder crescer com as críticas sinceras dos leitores.
Agradeço pela entrevista e estou sempre aberto a uma boa conversa com os  leitores e blogueiros. Obrigado e boa leitura!



SINOPSE: Um médico se torna um dos melhores cirurgiões de sua época. Apesar de ter tido uma infância pobre, Eduardo sempre se dedicou aos estudos, seguindo os conselhos de sua mãe que era muito inteligente e conseguia enxergar o futuro com os olhos da sabedoria. No começo, seu pai não lhe dava apoio. Todavia, ele entendeu que o desejo penetrado no coração do jovem estudante era uma mola propulsora que o faria alcançar o seu objetivo e passou a apoiá-lo com os poucos recursos que possuía. O médico enfrentará um inimigo homicida, escondido sob o manto da amizade. Este mata a pessoa que Eduardo mais ama na vida e depois de descobrir a culpa do “amigo”, terá de enfrentar um grande dilema: o desejo de vingança ou de perdão.

RESENHA: Ano de 1975, Eduardo tinha 11 anos, era um garoto inteligente, de família humilde, que sempre sonhou em ser um médico bem sucedido, sua mãe Dona Catarina, uma simpática costureira que fazia de tudo para juntar dinheiro, onde seu objetivo era ajudar seu marido dar um bom futuro para seus filhos, principalmente Eduardo, onde ela sempre apostou todas as fichas no futuro de seu filho.

Glauco, um jovem invejoso, que não tinha uma base familiar boa apesar de terem boas condições financeiras faz coisas absurdas... Helena, uma bela jovem(que iniciou muito jovem namoro com Eduardo, mas seu pai acaba perdendo o emprego em uma fábrica que não ia muito bem, e tem que se mudar com sua família para São Paulo, e no ano de 1981 os únicos meios de comunicação existentes na época, era por cartas ou por telefone...), então ela acaba partindo deixando o jovem rapaz apaixonado com o coação partido...

Edu tem uma perda enorme para si, mas isso será um motivo a mais para se dedicar e realizar o tão sonhado desejo de sua mãe, de ver seu filho um médico. Com muito esforço Eduardo consegue ter um bom emprego, e com muita dedicação conseguia fazer dois cursos... "Eduardo manipulava as lâminas do bisturi como se fosse uma continuação de seus dedos. Todos olhavam para ele enquanto fazia seus cortes com grande destreza manual. p. 97"... 

- Em algumas partes do livro, da uma vontade de raspar a cara do Glauco na parede...-
"Eduardo conseguiu realizar seu sonho de formatura, embora eu tenha matado sua mãe. Também preciso ser alguém na vida. Quero uma empresa de helicópteros que seja minha, comente minha. p.120

Em 1996 a conclusão da faculdade de Eduardo chegava ao fim, ele optou por Cirurgia Geral, pois ele era um verdadeiro mestre quando utilizava o bisturi, ele passou com facilidade no concurso, no hospital São Paulo ele começou a trabalhar na equipe de um médico muito famoso. 
Osvaldo, pai de Glauco queria muito que o filho fosse alguém na vida, ele se sentia muito feliz com a nova profissão que o filho escolheu...

Com tramoias enormes Glauco consegue realizar seu tão sonhado sonho, de comprar uma empresa de táxi aéreo, ele acaba se apaixonando por Sônia, vai morar com ela em uma bela mansão, tiveram sua primeira filha, Maria Elvira(ele sempre foi meio perturbado pelos crimes que cometeu)...

No decorrer da história, quando Eduardo já estava "reconstruindo sua vida com outra mulher", ele acaba reencontrando sua antiga paixão que jamais esquecera, -SPOILER-, ele se casa com Helena. 

-O final, ao mesmo tempo é fofo, emocionante, sinistro, assustador...- "Os sons se perdiam no espaço e algo lhe dizia que havia se enganado, seu tormento não morreu junto com Glauco e Cristina. Estava ali, de forma misteriosa e sobrenatural." - PAAAAM, essa frase final foi como uma baque, um soco na cara da sociedade, uma voadora para mim, hahaha'...



4 comentários:

  1. O autor é mega simpático e achei a resenha bem bacana!
    O livro parece ser muito legal e eu fiquei curiosa com esse final, quero saber o que vai acontecer!!!

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom o livro, recomendo... O final vai te deixar tipo > o.O
      haha',

      Beijos;

      Excluir
  2. Oi Joi, tudo bem?

    Eu também li o livro, e adoro o Chaiene! O livro dele tem um final surpreendente meeeesmo hahahah Fiquei tipo: "Whaaaaaaaaaaaaaaaat?". Ótima resenha, flor.

    Beijocas
    http://www.estantedasfadas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, adoroo !! Obrigada;

      Beijos

      Excluir